quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Karen Terahata no Programa "Encontro com Fatima Bernardes" (9/10/2014)

Karen Terahata e Fatima Bernardes
(foto: Igor Igarashi)
Não sei se por nervosismo, mas o fato é que não falei nem metade do que gostaria - e deveria - ter falado.

Esta não é nem de longe "A" entrevista sobre o Transtorno do Pânico, de qualquer forma o importante é que aos pouquinhos vamos aparecendo para o grande público, mostrando nossas dificuldades, nossas necessidades, e nossas conquistas também.

E chegar ao
 programa da Fatima Bernardes, por si só, já é uma coisa incrível, não é não?!! Eu adoro a Fatima!!!! E devo isso a vocês, que confiam em mim, que me acompanham no blog, no facebook, que me incentivam tanto a continuar.

Agradeço a todos
os membros do Grupo de Apoio Sem Transtorno, especialmente àqueles que atenderam ao meu pedido (pedido não, apelo desesperado mesmo! rsss) e que se deslocaram até o local dos nossos encontros em pleno dia de semana, horário de rush, para dar seu depoimento pro programa. Assistindo hoje, ao vivo, fiquei muito emocionada!!!! Obrigada!!!! <3

Obrigada também ao Núcleo Integrado por ter nos recebido mais uma vez, assim como à equipe da TV Globo.

A sensação é de dever cumprido e de esperança por novas oportunidades! 

Saúde, paz e coragem para todos nós!!! :)

Vídeo sobre o Grupo de Apoio Sem Transtorno



Depoimento Karen



Terapeuta Moisés Groisman


Ansiedade normal X ansiedade patológica



Isabelle foi diagnosticada há dois anos e está sem crises



7 comentários:

  1. Oi Karen, vc foi ao Encontro com as "feras" e se saiu muito bem. Um lugar que qualquer ansioso com panico nem chegaria perto, ainda mais por ser programa ao vivo e com a Fatima. Sobre vc ter dito que gostaria de ter falado mais, percebo que o programa é muito acelerado e com vários participantes ai não a condições de se aprofundar nos assuntos como se deveria. Parabéns Karen vc nos representou muito bem e mostra que temos vida mesmo com esses problemas.M.A.

    ResponderExcluir
  2. Ei Karen, tudo bem?

    Uma pena que não pude assistir ao programa por conta do trabalho. Que bom que seu depoimento tem ajudado outras pessoas. Volto a afirmar, o que você faz é uma atitude nobre! Já estou há meses sem os sintomas de TAG e pânico, graças a Deus e ao EMDR (a técnica que utilizo). Mas, sei que muitos sofrem sozinhos, por não saberem exatamente o que estão vivendo. Acredito que a informação é essencial no processo de cura, até mesmo porque ela nos liberta das falsas crenças que criamos, bem como do medo de sentir medo. Parabéns pelo seu empenho em ajudar outras pessoas, e em divulgar seu trabalho.

    Henrique Ribeiro, Espírito Santo-Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada pelos comentários tão carinhosos. Henrique, vou procurar saber mais sobre o EMDR e, quem sabe, preparar um post sobre essa abordagem. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado!

    Se precisar de alguma informação sobre o EMDR, estou à disposição!

    ResponderExcluir
  5. Karen esta foto sua com a Fátima fica difícil de dizer quem é a mais bonita, como não fico em cima do muro eu escolho você, linda!!! M.A.

    ResponderExcluir
  6. rmola me chamo eunice a dois meses ao sair de casa tomei o onibus e derreente comecei a sentir o coração bater acelerado ja comecei entrar em pabico achando ser poblema no coração logo procurei um cardiologista que me pediu varios exame holter eco teste ergometrico. o eco deu com prolapso do folheto anterior sem sinais de deneraçao mixomatosa ou de fluxo conclusão o card. me disse que muitas pessoas tem isso mas nao ente mas e tipico de quem tem ansiedade procurei ajuda um pisciquiatra que me pasou citalopran 20mg mas nao me ei bem ai logo mudou passou o floxetina 20mg um de manha e outro a noite 0,5 de clonazepam eu tinha crise todas as noite as 4 horas da manha deitava doia normal mas quando da 4;oo hora acordava com ondas de calor forte pelos braços frio intenso na barriga e passava o dia assim era horrivel com o floxetina no começo foi dificil mas depois foi melhorando tomo a quase tres meses ja sai alguas vezes sozinha mas eu nao sinto aquele prazer como abtes de sair libidio mas os sintomas fisicos melhoram as acordo com pouquinho de ansiedade as mão treme faço terapia com piscologa . essa sensaçao de sair e naõ sentir aquele prazer s e esse tremor sera que vai melhora obrigada.

    ResponderExcluir
  7. Oi Karen , cheguei ao seu blog nem sei como, mas foi um feliz encontro. Hoje estou em uma recaida, depois de ter tentado parar com a medicaçao pela terceira vez, estou muito triste, a sensação de fracasso e muito grande , de não ter conseguido...mas lendo alguns depoimentos do blog, inclusive de um atleta ....me sinto um pouco mais "normal" mais confortada , pena que estou em SP , gostaria de conhecer o grupo, mas obrigada pelo blog...grande beijo a todos , espero nos proximos dias enviar melhores noticias

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário no Sem Transtorno! Não deixe de curtir a nossa página no facebook.com/semtranstorno.